Cansou de ficar sozinho? Normal, xófen!
É comum a galera optar por ficar sozinha por um tempo, curtir, badalar com força, mas chega uma hora que você  cansa disso e quer um relacionamento. E por que não usar a internet a seu favor?
 
Eu listei algumas dicas pra fazer bonito na era digital, mas cuidado, a linha é tênue e você pode cair no ridículo. Bora aprender comigo?
Observação: muitas dicas eu usei no início do meu relacionamento com a Larissa, com as devidas proporções da época.
 
 

1) É hora de alargar seu horizontes

Se entre sua turma e nos locais que frequenta você ainda não encontrou alguém interessante, é hora de buscar novos mercados.
Uma dica legal é pesquisar nas redes dos seus amigos, que tem afinidades parecidas com as suas e uma galera já selecionada.
Pra isso é muito legal usar redes sociais como o Facebook e o Badoo (sim, senhor, o Badoo é considerado o maior aplicativo de descoberta social do mundo, conta com mais 363 milhões de usuários. ). Tem app pra iPhone e Android (abra sua mente até pra isso).
 
Dá uma geral nos amigos dos seus amigos pra encontrar gente interessante. Pelo menos terão já pessoas em comum.
 
 

2) Não tenha preconceito com gente 100% nova na área

Viu alguém interessante na rede social, hora de fazer aquele check list.
Veja lugares que a pessoas frequentou, onde trabalha, os hobbies, estilo de vida. Isso é muito legal, uma peneira interessante.
Se a pessoa lhe interessou, adicione sem dó.
 
 

3) Adicionou? Hora de interagir.

Não saia curtindo 20 milhões de fotos. Curta umas duas, três. Deixe a pessoa perceber que você está ali. Provavelmente se ela gostar, vai retribuir com alguma reação.
Não seja apressado. Deixe os dias passarem e depois puxe um papo bem massa. Diga que está gostando de acompanhar o perfil e crie uma atmosfera interessante, sem cobranças e sem muitas confissões (principalmente sobre o seu passado). A hora é de focar no presente.
 

4) Não procure alguém igual

Pare de achar que todo precisa gostar do que você também gosta. Relacionar com alguém totalmente o oposto pode não ser uma boa, mas encontrar alguém que goste de coisas que você desconhece pode ser algo bem legal. Estamos aqui pra aprender e viver um eterno momento de descobertas. Ser igual em tudo pode ser sem graça demais.
 

5) Não acredite 100% em fotos de rede social

Já cansei de ver mulheres lindas no Facebook e quando as encontro é uma decepção.
Repare os ângulos das fotos, filtros, textura da pele, pra saber se foi uma leve editada ou se tem muitos truques. As pessoas podem usar os recursos, mas com moderação. Tem que ser a pessoa na foto e não 100% de efeitos.
 

6) Sem pressa demais pra encontrar

Não puxe papo hoje e já marque de sair. Primeiro troque ideias por alguns dias, até perceber se tem afinidade. Se o papo está pendendo demais só pro seu lado, entenda que a outra pessoa não está tão interessada quanto você. Desconfiômetro já!
 

7) Viu que tem afinidade? Hora de encontrar!

Eu prefiro lugares tranquilos do que uma balada.
Opte por lugares que você fique tranquilo com a pessoa, um lugar propício a uma boa conversa e troca de ideias.
 

8) Não marque encontros em sua casa!

Por segurança de ambos, isso não é legal.
Lugares como restaurantes, cafés, shoppings são mais indicados pra esse tipo de encontro. Pense na segurança e em ter um momento tranquilo pra bater aqueeeele papo.
 

9) Marcou o encontro? Invista em você!

Use uma roupa confortável pra você se sentir bem. Não use nada muito fora da sua realidade. Lembre-se de ser você, ok? É bom demais querer impressionar, mas vender uma imagem de quem você não é, pode causar estranheza no dia a dia.
Capriche no perfume (na medida certa), cabelo cortada, barba feita, bom hálito e faça bonito na gentileza.
Eu sou tradicional, então, pague a conta, mestre! Se for a mulher, veja qual é a do cara. Se ele pagar a conta, já é um ponto a mais, hein? Rs.
 

10) No primeiro encontro procure saber primeiro sobre o presente.

Escolha da profissão, onde trabalha, o que faz, hobbies, com quem mora, alguns objetivos de vida, objetivos a curto prazo, viagens que já fez, lugares que gosta de frequentar. Pergunte, mas seja o primeiro também a responder.
Olho no olho, sem ser apressadinho e por a mão em cima da mão dela. Calma, xófen!
Preste atenção e interaja.
 
 

11) Procure saber a origem e o passado

Saber de onde veio, por mãos de quem, é super importante, mas nada de falar de passado amoroso no primeiro encontro. Além de ser chato, o clima vai pesar.
Foque no lado pessoal, profissão, família e objetivos.
 

 

12) Não exponha a pessoa!

Evite fotos no primeiro encontro pra não inflacionar as expectativas e forçar algo que ainda está no começo.
Deixe as coisas serem mais orgânicas para que os próximos passos sejam mais naturais.
 
 

13) Agradeça o primeiro encontro, independente se gostou ou não da pessoa.

Além da gentileza, observe os próximos passos, a empolgação das próximas conversas.
Se você perceber que deu uma diminuída e que a atenção já não é a mesma, desencana.
Agora se o ritmo se manteve, se o feedback foi positivo, e se a pessoa é legal, invista na relação. Vai que cola, né?
 
 
Use a tecnologia a seu favor. Conecte-se à pessoas do bem. Se não virar um amor, já ganhou uma amizade legal. E o que seria da vida sem amigos?
 
Sucesso na sua investida!

LEAVE A REPLY