Sim!!!

A comédia brasileira é beeeem mexicana!

O filme que trata da vida simples de 70% da população brasileira com uma dose bem mexicana. Morremos de rir no filme, mas tenho algumas considerações:

  1. Na divulgação do filme, principalmente no cartaz, a Cacau Protásio é a principal personagem. Já no filme, o destaque é para Danielle Winits. Acho meio propaganda enganosa.
  2. A história é muuuuuito fraca, poderia ter adicionado uns elementos ali pra não ser tãaao bobinha.
  3. As outras comédias brasileiras são melhores. Vai que cola – o filme, S.O.S Mulheres ao Mar, Se eu fosse você, Minha mãe é uma peça e até o “Fala Sério, Mãe” da Larissa Manoela e Ingrid Guimarães foram bem melhores.
  4. A Cacau Protásio é excelente atriz, mas ela não consegue outras facetas. Parece que é sempre a mesma. Tô com vontade de vê-la com uma outra pegada, sabe? Mas ela é ótima e a gente curte muito.

Vamos aos aspectos positivos:

A história apesar de fraca dá uma lição bonitinha, que mesmo nas dificuldades os amigos são aqueles que dão uma força, ou seja, a lealdade foi algo bonito de se ver.

As aparências enganam – no caso da namorada estilo “mulherão”do cara “mais feio e mais bobinho de todos”, mostrando que em um relacionamento beleza é apenas um detalhe, e não o principal.

E a questão da dengue, que achei muito legal pelo cunho educacional. O mosquito Aedes foi um destaque e deixou um recado de responsabilidade social importante.

Por tudo isso, recomendo sim o filme!

E filme é no Cinemark, né, xófens?

LEAVE A REPLY