Desde que nasce em seu coração o desejo de buscar a Deus, o mal já cria estratégias pra impedir que isso aconteça. Como Deus é misericordioso, conseguimos buscar a Deus, receber a libertação e o Espírito Santo.

Embora tudo isso aconteça, o mal jamais desiste de nós, assim como Deus.

Ele vai usando diversas armas, até já contei aqui, como por exemplo: perseguição de familiares e amigos quando nos convertermos, o pecado durante o período de libertação, o desânimo quando resolvemos buscar com intensidade o Espírito Santo, um emprego que toma todo o nosso tempo, quando somos levantados a obreiro e por aí vai.

Depois de muitas armas, o maldito recorre a uma arma que tem acertado muita gente: a dúvida.

Ela chega suave, com um pensamento bobo, e se você der trelha, ela vai crescendo dentro de você.

Será que você é realmente de Deus?

Será que você realmente recebeu o Espírito Santo?

Será que você realmente foi selado por Deus?

Por tempos, essas perguntas rondaram minha cabeça, e infelizmente por tempos eu deixei elas dialogarem comigo. Eu ficava buscando justificativas para indagações bestas.

Será que você vai dar conta de fazer isso pra Deus?

Será que você vai dar contar de expulsar aquele demônio bravo?

Será que tem comunhão com Deus suficiente pra passar esse deserto?

Se Deus fosse o seu Deus, você não estaria nessa situação.

Caraca! O mal é realmente estratégico, mas apesar de dialogar com essas perguntas, eu sempre enfrentei. O problema é que eu não amarrei as perguntas, mas eu sempre me lançava.

Se pudesse voltar ao passado, eu teria amarrado cada pergunta idiota que ele me lançou. Mas Graças a Deus e a minha comunhão, eu enxotei essas bobeiras que sondavam a minha mente.

Eu jamais tive dúvida do meu Encontro com Deus e do meu Batismo no Espírito Santo. Basta eu olhar pro meu comportamento, as evidências da vida, meu proceder, minhas atitudes, que eu vejo o Espírito do Senhor sobre mim, o tempo todo.

Ao longo do tempo, Deus foi moldando e me transformando em um homem melhor, mais temente, mais sensato, menos tempestuoso, menos afobado. A idade também ajuda nisso.

Lições que esse tempo me trouxe:

1) Não dialogue com estranhos. O mal é um estranho, a dúvida mais ainda. Quando alguém que não conhecemos aproxima e quer bater papo, logo cortamos, principalmente se o papinho for meio mole. Ou seja, não dê papo pra dúvida.

2) Amarre na hora todas as perguntas idiotas e fale pro mal caçar outro, porque já foi comprado por preço valioso na cruz do calvário.

3) Quando as perguntas idiotas surgirem, não responda, senão você abre uma janela de diálogo com o maldito. Ao invés, abra uma caixa de diálogo com Deus, dedique tempo e atenção à Ele, que merece.

4) O Espíriito Santo é a certeza dentro de você, e os frutos são as evidências do Espírito do criador sobre o seu ser.

5) Quando as perguntas te encherem, vá pro seu canto, dobre seus joelhos, humilhe-se diante do seu Deus, busque o Espírito Santo. Ele vai te encher de alegria, certeza e poder pra vencer tudo.

6) Priorize o Espírito Santo. Dê bom dia pra Ele, boa noite. Convide-o a estar sempre em sua frente. Diga que o Ama quando estiver dirigindo. Quando tiver passando por dificuldades, feche os seus olhos e com toda fé diga… Senhor eu confio em ti, e sei que estás comigo.

7) Invista na leitura da Bíblia e livros espirituais. Quem tem conteúdo sabe rebater as investidas do mal.

8) Envolva-se com as coisas de Deus e não fique com a cabeça vazia. Pra isso, tenha o hábito de ir igreja vários dias por semana, amigos da fé, tempo só pra vc e Deus, invista em sua carreira e crescer na vida. Tire tempo pra contar suas experiências com Deus para novatos na fé, e com os experientes, tente sempre aprender.

 

Preencha seu tempo e mande pra bem longe perguntas idiotas, que causem dúvidas e tristezas. Todo tempo é tempo de acreditar, afinal, o seu Deus é real e está com você 24 horas por dia.

No post de amanhã vou falar sobre o personagem da Bíblia que inspira a minha vida. Quem será hein?

Também quero saber em quem você se inspira na Bíblia ou admira.

Conte para seus amigos da fé sobre os meus Posts do Jejum de Daniel, principalmente os jovens. Eles são ávidos por leituras assim, que retratem a realidade e o presente.

 

2 COMMENTS

  1. Tá ligado, Obr. Bruno.
    Tenho acompanhado diariamente seus posts e eles têm me edificado muito. Já tô esperando o próximo.
    Deus lhe abençoe e lhe inspire mais!

LEAVE A REPLY