Quando recebi o convite pra conhecer o Tauá Resort em Araxá fiquei pensando como seria a experiência. Sempre é assim. Já vi muita gente indo, mas não tinha tido a oportunidade ainda.

De Uberlândia até Araxá são 230 quilômetros, estrada tranquila, mas vale lembrar que fui no feriado, ou seja, em dias úteis, provavelmente o trânsito é um pouco pesado (para os níveis mineiros….os paulistas acham a coisa mais normal do mundo).

Vou dividir o post em tópicos pra facilitar!

 

A chegada e o check-in

Estacionamento gigante, com vagas a perder de vista, porém todas a céu aberto, mas o céu de Araxá é tão lindo e o verde que cerca o complexo hoteleiro é tão encantador que isso não foi problema.

 

Fomos recepcionados com espumante, música clássica e uma decoração maravilhosa e encantadora. A fachada imponente e a decoração clássica faz a gente entrar em um clima extremamente gostoso. Me senti “o turista”.

Apesar da fila estar grande, pela quantidade de pessoas, o atendimento é super ágil e cordial.

 

O quarto

O hotel é velho, porém conservado. O quarto super espaçoso, o banheiro gigante e me senti em um castelo da Europa. Que delícia de viagem no tempo. A TV com vários canais e ótima imagem, controle funcionando super bem e ar condicionado delicinha do jeito que a gente gosta, porém nem foi necessário, porque o tempo estava bem frio.

O ponto alto: o chá das cinco

De todas as refeições no Tauá, a que mais me impressionou foi tal chá das cinco. Sim, às 5h da tarde com músicas lindas tocadas com violino e aquele café que nunca vi igual de tanta fartura, opções e preparado carinhosamente, por cozinha mineira mesmo.

Bolo caseirinho, pão de queijo com queijo, vários tipos de quitandas: rosquinhas, quebrador, bolos de cenoura, formigueiro, nega maluca, e vários e vários outros. O BF quase caiu pra trás de tanto comer. O ambiente é um primor, me senti dentro de uma novela das seis da Globo.

As refeições

Café da manhã

Tudo que tinha no chá das 5 praticamente tinha no café da manhã, mas minha fome matutina é mais tímida. O melhor café de hotel e de resort que já tomei na vida. Tauá, te amo pra sempre só pelas refeições.

Tem opções mais saudáveis pra quem está de dieta. Achei super legal, por exemplo, os cereais da Schar (minha marca preferida de biscoitos sem glúten).

É muito engraçado, porque a gente ainda está acordando e toda hora vem alguém da equipe de recreação do Hotel pra recolher as crianças e levar para as atividades.

Almoço 

Muitas opções de carnes (minhas preferidas), saladas bem preparadas, tempero mineiro na medida certa. O atendimento dos garçons também é muito bom, já que somente eles podem trazer bebidas.

As sobremesas são bem caseiras, principalmente os doces de leite (verão light inclusive), pudim e tortas (que variam de um dia para o outro).

Jantares temáticos

Ficamos 3 noites: quinta, sexta e sábado, e cada uma delas o jantar teve um tema. Várias opções e uma reposição fora de série. O jantar era sempre harmonizado com a bebida típica de cada cultura.

A equipe de cozinha e serviços é muito ágil e sempre vai repondo, porque o volume de pessoas é grande. Fomos no feriado de Corpus Christ e realmente o hotel estava com uma quantidade de hóspedes bem alta.

Sério, é bem difícil lidar com tanta comida maravilhosa, porque você come de fato de 3 em 3 horas: 9h da manhã o super café da manhã, 13h o almoço, 17h o chá das 5 e 20h o Jantar. Prepare-se para ganhar uns quilinhos, rs, porque a comida é muito boa.

 

Atividades diversas

.

A Larissa é muito desanimada e medrosa, rsrsrs. O Tauá oferece diversas atividades gratuitas como: arco e flecha, quadras de tênis, caiaque (esse eu fui e curti, várias vezes), trilha ecológica, lago e pescaria, bikes e Stand Up Paddle. Muito legal.

Eu fui no Caiaque quatro vezes, é muito legal. A vista para o hotel é fantástica e a natureza me abraçou de uma maneira muito especial. Foi demais! O Hotel é cercado por muito verde, e inclusive um Parque ecológico. Para quem busca um local pra desconectar, pensar na vida e descansar a cabeça, o Tauá é perfeito.

 

Passeio Cultural

O guia turístico percorre todo o Hotel explicando detalhes, história e grandes momentos do prédio. Uma aula de História na prática.

A piscina

Embora o frio estivesse intenso, eu e a Larissa ficamos a beira da piscina por um bom tempo apreciando e relaxando. Aproveitei até pra colocar a leitura em dia. A piscina é grande, não tem aquecimento, e é muito linda. Me garantiu bons cliques (você deve ter visto no meu Instagram).

Lago e Pesca esportiva

Meu pai ama pescar, mas eu não nasci com esse hobby. A Larissa aproveitou e pescou uns peixinhos, rsrsrs. Mas é muito legal ficar sentado na beira do lago apreciando a natureza e desconectando de coisa inútil, supérflua e desnecessária. A Natureza nos abastece de uma maneira sem igual. Um contato com a natureza que a gente deveria ter todo dia, até pra agradecer pela vida.

A famosa mandala

Já vi muita gente tirando foto na mandala. De fato é linda, porém muito concorrida. Todas as vezes que tentei ir pra fazer fotos, desisti, porque eram muitas pessoas. Acho que pela data (feriado prolongado). Mas vale o click. Muita gente aproveitando o ambiente pra ler e meditar. Achei legal a proposta.

A piscina emanatória

A Larissa foi, eu não. A piscina em ambiente fechado, quente, aquele vapor…não me agrada, mas pra quem gosta, é um achado.

O Banho de Lama

Atraído pelos efeitos medicinais da famosa lama de Araxá, aproveitei para fazer o banho de lama. O cheiro é bem forte, e dá uma agonia aquela lama, mas é muito legal.

Aquela água quentinha, a lama…uma sensação não vivida antes. Depois sai da banheira de lama, fui para um espaço e me cobri com uma coberta justamente pra suar. Depois desse tempinho, voltei pra uma banheira com água e fim de linha. Sai de lá morrendo de sono e com a pele super macia.

 

Festa junina no Tauá Resorts

Não sou adepto, mas já que estava no Hotel fui conferir e achei super familiar e animado. A banda mandou super bem, teve várias brincadeiras, coisas simples, parecia que eu estava numa fazenda. A simplicidade, as brincadeiras sem maldades, tudo me remeteu à infância. Que ambiente lindo e gostoso. Vi tantas famílias e crianças se divertindo. Foi uma noite super gostosa, apesar do frio, a felicidade das pessoas esquentou meu coração. Há muito tempo não via famílias e casais se divertindo tanto e desconectadas do celular. Isso me marcou muito.

Qual minha opinião sobre o Tauá Resorts em Araxá?

Culinária nota 10. Nunca vi hotel com comida tão gostosa, farte e caseira. Reposição e garçons nota mil.

Estrutura física nota 9,5. O hotel é um grande casarão e ao que se propõe é perfeito. Porém acho que a iluminação e alguns itens estavam estragados e merecem trocas. Poucas coisas, mas faz diferença, visto tudo ser muito antigo. O elevador também é antigo e às vezes dá um pouco de medo dele parar. Mas gente, é hotel antigo, tem que preservar as coisas. Aos medrosos, sugiro ficar nos pisos mais próximos do térreo.

Atividades: nota 10. Principalmente para quem tem filhos, o hotel tem uma equipe de recreação que gosta de criança, muito bem humorada e numerosa. A criança se diverte o dia inteiro de verdade.

Atendimento: que gente cordial! Fiquei encantado com a educação e jeitinho mineiro de toda a equipe. O melhor do hotel com certeza é a sua equipe. Melhor, até hoje não há. Vai além da educação e do profissional. Senti que as pessoas que ali trabalham, amam o que fazem, amam aquele lugar e estão dispostas a fazer os outros serem felizes ali.

Lazer: incrível, incluso piscina (mesmo sem aquecimento), lago, passeios, lamas, tudo de fato muito bem cuidado e preparado para o hóspede.

Acomodações: deliciosas, convidativas para o descanso, excelente para casais darem um up na relação.

Por tudo isso, claro que recomendo o Tauá Resorts Araxá. Ideal para família com crianças e casais sem filhos. Muito verde e energia boa pra descansar e curtir de montão.

Por todo esse pacote, considero o valor dos pacotes super justo. Vale a pena sim!

Coloque aí como seu próximo destino de viagem.

Mais informações: www.tauaresorts.com.br/araxa

 

LEAVE A REPLY