Nos meus 21 anos de trajetória da fé tive tantos pastores legais, que davam a vida pelas ovelhas, que eram dedicados e verdadeiros servos de Deus. Mas também já tive o desprazer de conviver com alguns “pastores” que nem são mais hoje em dia.

Uma certa vez eu estava super animado com o trabalho de jovens na minha igreja. Eu tinha várias atividades que estava a frente, quando num belo dia recebemos a notícia que um novo pastor chegava pra liderar o trabalho com os jovens. Este pastor novinho de idade, já chegou numa prepotência danada. O jeito dele falar e olhar para as pessoas não me soava bem. Mas deixei rolar. Eu sempre luto contra as primeiras impressões, pra não ser preconceituoso com as primeiras informações que eu capto. Prefiro dar tempo ao tempo.

Dias foram passando e fui percebendo que tudo que estava sob minha responsabilidade foi sendo tirado. De repente me vi sem nada. Não preciso estar a frente das coisas, mas gosto ter atividades pra me sentir útil. O pastor dos jovens me tirou todas as responsabilidades, algumas passou para outras pessoas e outras ele simplesmente extinguiu.

Muitas vezes somos provados desta maneira. Quando estamos servindo algo com alegria, e gostando bastante, de repente somos tirados daquela atividade. E é aí que precisamos nos manter firmes e mostrar que somos o que somos, e não somos aquilo que estamos fazendo. Muitos se perdem nisso, não é nada por dentro, tá vazio por dentro, mas faz tudo do lado de fora. Pra Deus o que importa é o que você é, e não o que meramente faz.

Aquele jovem pastor passou ali por 3 meses e logo foi embora, direto pra sua casa, porque não estava firme no fé. Ele desistiu do altar. Triste fim. Ou seja, ele já estava caído quando foi enviado pra essa missão e todas as suas decisões foram baseadas no seu achismo e carnalidade. Logo as coisas voltaram ao lugar, eu voltei para as minhas atividades. Quando é Deus quem escolhe você para uma missão, ainda que o homem tente te tirar temporariamente, logo você retoma, pois Deus é quem selecionou para aquela missão.

Sim, existe pessoas dentro da igreja que não têm mais unção de Deus. Perderam a unção ou nunca a tiveram. E aí, usadas pela carne e pelo diabo tentam tirar da fé e do espírito aqueles que estão servindo a Deus de todo o coração.

Esse rapaz que era pastor, saiu da igreja e o já vi no Facebook bebendo, na farra e na noite. Infelizmente acontece.

Quando a pessoa não está no espírito, ela espalha o que ela tem: carnalidade. Por isso não se pode revidar, senão você vai sair da frequência da fé pra entrar na frequência da carne.

Aquele pastor ficou 3 meses com a autoridade da igreja física, mas já não tinha a autoridade da igreja espiritual. Por isso logo desistiu da fé e voltou ao mundo.

Há pessoas de dentro da igreja que são enviadas com roupinha de bispo, pastor ou obreiro pra tirar você da fé. Pra sujar seu coração, seus olhos, pra te levar pra carne. Não permita que isso aconteça. Ore, e sempre evite agir ou revidar. Dê tempo ao tempo.

Deixe Deus agir e deixe o tempo colocar as peças em seu devido lugar.

 

 

LEAVE A REPLY