1.     Rede hoteleira diversificada

 

Existem opções bem legais de R$150 a R$1.500 reais por dia. Para todos os gostos. Mas tendo o básico, o mais importante é a localização, principalmente se você for na alta temporada. Como a cidade é pequena, o trânsito fica parado e você terá dificuldades de estacionar o carro perto das atrações. As vezes é melhor pagar um pouco mais no hotel por ele ser mais centralizado e evitar o trânsito.

 

Ficamos no Alameda Felice por dois dias e a experiência foi muito legal. Bem perto de um dos espetáculos. As tarifas são boas, o café da manhã uma delícia e o atendimento é carinhoso demais. Mais informações no site: www.alamedahoteis.com.br

 

2.     O frio de Gramado é perfeito

Você vai se sentir no frio europeu. Leve casacos, por mais que o tempo lá esteja razoavelmente. O clima pode mudar de uma hora para outra. O clima favorece uma culinária diferente do restante do Brasil, roupas mais pesadas e um estilo de vida completamente diferente.

 

 

 

 

3.     Cidade pequena, que você consegue andar a pé

Parece uma vilinha. Que delícia. O bom é deixar o carro no hotel e desbravar a cidade a pé. Tem tanta lojinha legal que dá vontade de comprar tudo e comer em todos os restaurantes.

 

4.     Trânsito que prioriza o pedestre

A cultura de gentileza e humanização é perfeita em Gramado. Os motoristas respeitam demais o pedestre, e faixa de pedestre realmente funciona.

 

5.     O Café colonial e a gastronomia

Pense em um café da manhã farto, com itens de almoço e jantar. De pães italianos a grelhados, frutas, queijos, várias geleias, muitas opções de bolos e guloseimas. Pense que você terá umas 30 opções de alimentos e vai conseguir menos de 1/3. Pagamos R$84,00 por pessoa. O preço é um pouco alto sim, mas vale a pena pela experiência.

 

 

 

Os restaurante são menores do que estamos acostumados em Capitais, mas são aconchegantes. Os pratos são enormes, eu e Larissa pedíamos apenas 1 prato pra também conseguir comer a sobremesa.

Os preços são bons e o atendimento é rápido.

 

 

6.     O Fondue

O clima frio é convidativo para uma noite de fondue, que começa com queijo, depois carnes e fecha com o fondue doce, com chocolates e frutas. Em Gramado existem várias opções, e os valores variam de R$49 a R$89 por pessoa.

 

7.     Os chocolates

Você vai pirar nos chocolates artesanais e na quantidade de ofertas. Quem está acostumado com chocolate industrializado vai sentir uma diferença nos preços. Antes de comprar, experimente. As lojas possuem versões pequenas para degustação.

 

8.     A cultura da gentileza

Nos estabelecimentos comerciais as pessoas são solícitas e muito educadas. Você pode descer todas as roupas de uma loja, experimentar e não levar nada, que os atendentes vão te tratar bem, dar cartão e desejar ótimo passeio. Nunca vi isso em outro lugar.

 

 

9.     Cidade que respira o bem e o Amor

As pessoas em Gramado são muito educadas. O clima, a decoração, a arquitetura, a vibe de Gramado é muito convidativa para Amor. As pousadas e hotéis com seus quarto com lareira, banheira e a paisagem linda das sacadas convidam para dias realmente encantadores. O cenário de filmes é perfeito para casais apaixonados. Uma ótima opção para casais sem filhos viverem dias únicos. E quem tem filhos, ótima opção para passear com eles. Ou…ainda sugiro deixar as crianças com a família e ir pra Gramado curtir alguns dias só de vocês.

 

10.  Vegetação com muitas hortênsias

A vegetação do sul é diferente sim do restante do Brasil. O clima frio e as espécies dessa temperatura dão um charme as cidades da serra gaúcha. A quantidade de hortênsias é algo muito lindo. Não tinha visto ainda dessa forma. Na estrada entre Gramado e Canela, são infinitas hortênsias. Parece praga, uma praga do bem, rs.

 

 

11.  Experiência diferente devido as roupas

Devido as baixas temperaturas, os casacos e adereços de inverno dão charme ao visual de moradores e turistas. Que povo chique! Nem precisa de muita coisa.

 

12.  Imersão em uma cultura diferente, inclusive de sotaque de um português peculiar

 

Você vai viver alguns dias como se estivesse fora do Brasil. Você só vai lembrar, devido o português, mas falado com uma sonoridade linda. Fora o linguajar, gírias e expressões, roupas, a cultura é muito diferente. Você de fato terá uma experiência muito legal.

 

 

Gostou? Agora planeje ir pra Gramado. O Natal Luz começa no fim de outubro e vai até a metade do mês de Janeiro. Fora isso, Páscoa e Julho são altíssima temporada em Gramado. Demais épocas existem muitos turistas, mas em menor proporção.

 

Uma cidade que recebe 7 milhões de turistas por ano, com um aeroporto ruim e há 2 horas, tem ou não tem mel? Não só mel, tem muito chocolate, atrações, paisagens, um povo feliz e uma promessa de dias incríveis na charmosa cidade brasileira que mais parece um pedacinho da Europa. Viva Gramado!

 

LEAVE A REPLY