cerebro-google-tecnologia

O estudo foi divulgado esta semana, mas eu já tinha isso como uma grande certeza. Ano após ano, nós estamos cada vez menos preocupados em anotar as coisas, endereços, sites, nomes, afinal, é só jogar no Google que tudo vem na velocidade da luz. Mas um estudo apenas testificou o meu pensamento. Veio da universidade americana de Columbia, em Harvard (lógicoooo que tinha que vir de Harvard) e Wisconsin-Madison o estudo que comprova: o Google e outros buscadores (lógico que o Google é 95% responsável por isso) estão dando um descanso para o cérebro e tornando-se as principais fontes de memórias. Para que ficar sofrendo se tudo está alí, só jogar no Google né galera?

O estudo foi publicado pelo Daily Mail e mostrou que a mente humana está se adaptando em ser generalista, já que não precisa ficar guardando as coisas na mente.

Brincadeiras a parte, isso pode ser muito perigoso para nossa e para as futuras gerações, já que as pessoas estão considerando o Google como se fosse um HD, externo do nosso corpo.

Não é porque a informação está acessível, que não devamos exercitar nosso cérebro.
“A internet tornou-se uma forma primária de memória externa ou transacional, onde a informação é armazenada coletivamente fora de nós mesmos”, menciona o estudo.

Eu acho muito legal a gente ter a possibilidade de descobrir tudo a um clique no Google, mas acredito que é importante sim, que todos busquem conhecimento (falei agora igualzinho o ET Bilu “busquem conhecimento”) e o armazene. Por mais que a tecnologia está impregnada no nosso cotidiano, seja em computadores, notebooks, tablets ou smartphones, uma pessoa que tem conteúdo sempre será mais interessante do que aquela que pede 1 minuto para fazer uma busca no Google.

É essencial ter conhecimentos gerais, mas as pessoas precisam se especializar em algo. Saber um pouco de tudo superficialmente é a mesma coisa do que não saber nada de nada. Se aprofundar 2 milímetros, o superficial vai para o espaço.

Google é dez. Amo, uso e recomenda, mas imito o ET Bilú e digo “Busquem conhecimento” e os armazene nessa cabecinha, rs.

Se tiver com mais tempo, olhe com mais calma dados interessantíssimo do estudo na imagem abaixo “Google e a memória”.

o Google e a memória

Matéria completa no site do Daily Mail.  http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-2091127/Google-boggling-brains-Study-says-humans-use-internet-main-memory.html

LEAVE A REPLY