Existem pessoas que passam em nossa vida com uma missão: a de mostrar aquilo que não devemos ser. Jamais!

Quando eu tinha 18 anos, comecei a trabalhar em uma livraria. Minha gerente era uma pessoa super querida na igreja e que eu já conhecia há no mínimo 4 anos. Carinha boa, educada, solícita e sempre dispontava na igreja como responsável por alguma atividade.

Convivendo com a ser humaninho diariamente vi que toda aquela visão que eu tinha ia se desmanchando numa fração de segundos. A pessoa falava mal de todo mundo, se achava sempre certa, mentia, inventava as coisas e de Deus ela tinha apenas o branco dos olhos.

Meu Deus! Como proceder com uma pessoa tão difícil, mas que todo mundo acha que é uma pessoa super de Deus? Uai..proceder como qualquer uma das outras pessoas. Eu não podia deixar de ser o que sou, só porque a outra pessoa não era o que todo mundo achava.

Eu a tratava normal, tem horas que perdia a paciência, porque eu era muito jovem e imaturo. Mas eu sempre orava e sabia que o tempo ia mostrar quem era quem.

Passaram alguns meses e alguns anos e a pessoa revelou ser quem era.

Não devemos forçar as coisas. É no mundo que as pessoas forçam para que as máscaras caiam. No âmbito espiritual são os ventos do Senhor que passam sobre nossas faces, e quem finge ser alguma coisa, a máscara vai cair automaticamente.

Essas pessoas terríveis, que Jesus chamava de víboras, são muitas vezes aclamadas pelas pessoas da igreja, pela liderança, são queridas, são requisitadas nas atividades da igreja, porque muitas vezes são pessoas dedicadíssimas, mas só quem convive pertinho pra saber a realidade. As vezes de fato a pessoa é trabalhadeira e faz muito. Mas o que adianta fazer muito e não ser de Deus? Ser é mais importante do que fazer.

Não aja com suas mãos. Use suas ferramentas espirituais que são a oração, o jejum, a meditação, segure sua onda, não estresse, e deixe o tempo e o vento de Deus soprar.

Nada melhor como o tempo pra mostrar quem é quem.

Mas quero te dar uma dica! Não gaste seu tempo e atenção com pessoas assim. Tudo que o mal deseja é criar intrigas e potencializar o mal. Ele quer ocupar o seu tempo e a sua mente. Ore e isole. Aproveite o seu tempo com o que é bom. A Bílblia diz assim:

“Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento.” Filipenses 4:8

Se você tem convivido com o cão, você tem a oportunidade de ser tudo aquilo que essa pessoa não é. Mas não fique falando dessa pessoa. Fale do que é bom.

 

Que Deus abençoe seu dia!

Até amanhã no próximo post do Jejum de Daniel.

LEAVE A REPLY