Por Kátia Beal – psicóloga
dicas-para-lidar-com-ciume-namorada-ciumenta-esposa

Para começar vamos a uma breve definição de ciúme: conjunto de reações e sentimentos que fazem com que a pessoa se sinta insegura no relacionamento, vigilante, por algum motivo real ou imaginário. É o medo de ser traído ou traída, ou de perder o amor do parceiro (a) e por isso o terrível medo de perder e o monitoramento constante.

São inúmeras as causas do ciúme: ansiedade, baixa auto-estima, insegurança, personalidade controladora, possessiva.

Um pouco de ciúme é normal, é zelo, é cuidado, e faz bem ao relacionamento, mas em excesso já é doença.

 

Como psicóloga sempre vivencio este dilema no meu consultório.

Confira as 10 dicas para lidar com namorada ou esposa ciumenta ou possessiva!

1-     Parece óbvio, mas não custa lembrar… conheça bastante a pessoa antes de um envolvimento mais sério. Namore e veja como a parceira se comporta quando lhe é, por exemplo, apresentada a uma colega de trabalho;

2-     Evite situações que possam desencadear o ciúme. Por exemplo, se você sabe que sua parceira tem ciúme de determinada amiga, de uma colega da empresa ou de uma cliente, tente não mencionar o nome dela em casa, ou evite receber ligações, responder e-mails ou acessar o perfil  nas redes sociais, desta pessoa, fora do horário de expediente;

3-     Muitos pensam que o parceiro deve ter as senhas de e-mail, de acesso às redes sociais e outros. Se isto é certo ou errado, se é invasão de privacidade ou não, vai de cada casal. Mas não deveria ser encarada como prova de fidelidade, até porque seria alimentar ainda mais a paranoia, porque a parceira pode pensar que é muito fácil criar outra conta, por exemplo. Ou seja, toda e qualquer prova de fidelidade ainda pode gerar a dúvida, porque o ciumento duvida de tudo, até dele mesmo;

4-     Uma conversa franca também pode ajudar. A baixa autoestima está intimamente relacionada com o ciúme. Então, o diálogo pode ser útil, no sentido de reafirmar o amor que sente pela pessoa, o respeito, a confiança e os objetivos que o casal tem em comum;

5-     É importante que o ciumento identifique as causas do seu ciúme, e que procure ajuda. Nesse sentido, o companheiro pode estimular que o outro procure resgatar o amor próprio. Porque o outro deve ser um complemento. Devemos ser felizes por nós mesmos, sem idealizar o outro ou romantizar excessivamente a relação ou depositar no outro a responsabilidade pela nossa felicidade;

6-     Uma dica fundamental é evitar a mentira, seja qual fora ela, grande ou pequena. O ciumento já tem dúvida e se descobrir uma mentira então, a confiança se abala;

7-     Uma dica muito importante é não deixar com que o ciumento te afaste dos seus amigos, da sua família, ou não permita que você faça ou participe de coisas que fazia e participava antes. Por exemplo, se você gosta de jogar vídeo game com os amigos, ou de jogar um futebol no fim de semana, antes de casar e sua esposa não gosta dos seus amigos, não permita que ela o proíba. Enjaular o outro jamais fará bem ao relacionamento.  Ainda que seja de cristal, uma prisão é sempre uma prisão. Ou seja, por mais que seja encarada como uma prova de amor, mais cedo ou mais tarde as cobranças virão, e pouco a pouco o relacionamento vai se desgastando. É importante que cada um tenha o seu espaço para fazer o que gosta;

8-     Também não permita que a ciumenta te afaste da família e dos amigos de longa data, mesmo que ela não aprove ou não goste deles;

9-     É importante que a esposa ou namorada tenha vida própria, ou seja, que ela trabalhe, tenha as próprias amizades, os próprios interesses e deixe de concentrar sua atenção toda ao parceiro;

10-  Ah, e uma última dica, mas não menos importante: reafirme o seu amor por ela sempre que possível, e quando puder também ofereça um mimo, agrade e faça com que ela se sinta especial, amada e segura, não fornecendo senhas ou deixando  o celular à mão, mas com demonstrações de afeto, de carinho e de confiança, muita confiança.

 

 

Gostou das dicas? Compartilhe com seus amigos!

5 COMMENTS

  1. Quem escreveu foi uma mulher, essa tal de juliana chamou a psicologa de machista e corno kkkkkkk, a mulher é louca, a essa altura ja deve ter assassinado o namorado por ciumes

  2. Gostei muito das dicas, foram bem razoaveis, vou tentar usar, talvez eu nao esteja dando atenção suficiente ao meu amor. (mas se ela nao melhorar vou dar um pe na bunda)

LEAVE A REPLY