Sede Google em BH

O Google se tornou o sonho profissional de muita gente. Quem trabalha na área de tecnologia e comunicação sabe do que estou falando. É simplesmente trabalhar com a marca mais famosa da internet.

No Brasil o Google tem sedes em São Paulo e Belo Horizonte. Para promover a cultura Google e recrutar profissionais para trabalhar no Google em BH, eles fizeram um vídeo que mostra o interior da sede e até faz uma defesa ao estilo “Por que você deve mudar para BH”.

Veja o vídeo e abaixo eu postei algumas benefícios de se trabalhar na Google, que já tinha postado há alguns meses, mas que vale a pena reforçar.

Saúde: A companhia oferece reembolsos de R$ 374 por consulta com médico fora do plano de saúde, R$ 145 para participar de grupos de caminhada, R$ 140 para aulas de pilates no escritório e R$ 100 para academia. É possível também fazer sessões de drenagem linfática por R$ 25 e de massagem por R$ 5 a R$ 10. Quem completa 30, 35, 38 e 40 anos ganha checkup grátis.
Tecnologia: Cada funcionário ganha R$ 112 como ajuda de custo para pagar a mensalidade da internet em casa. Ao ser admitido, o novato ganha um notebook da marca que escolher. No trabalho, incentivam-se todas as formas de comunicação, por texto, voz e vídeo. No Natal de 2009, toda a equipe ganhou smartphones equipados com o sistema operacional Android, do Google.
Indicações: O processo de seleção demora dois meses e é rígido. A empresa incentiva cada funcionário a indicar conhecidos. Se ele for contratado, quem fez a recomendação ganha R$ 5 mil. Mais da metade das contratações é feita com base em sugestões da equipe.
Brinquedos: O novato recebe em casa um kit de boas-vindas, com camiseta, boné e autorização para gastar R$ 100 na decoração da baia. Ele tem ainda R$ 250 para gastar na loja virtual da empresa, na compra de blusões, mochilas, cubos mágicos e camisetas.
Festas: O Google é uma empresa festeira. Um Comitê de Cultura e um comitê de diversão se encarregam de propor atividades diversas. Há noites de cinema, festas tradicionais e temáticas (como a Festa do Pijama). Em Belo Horizonte, as sextas-feiras são dias de happy hour dentro da empresa, como é tradição no Google ao redor do mundo. Em São Paulo, a festa ocorre às quintas.
Bônus: O Google tem bons salários fixos, opções de ações e forte cultura de remuneração variável. Além do bônus normal, baseado em metas, ganham-se prêmios por indicação de colegas do mesmo nível (o Peer Bônus, de R$ 200) e por recomendação proposta pelo chefe imediado (o Spot Bônus, de R$ 550 a R$ 28 mil). Há também premiações para os coordenadores e condecorações simbólicas.
Está vendo porque Google é Google? É uma filosofia muito diferente. Sou fã do Google, da Google e desse jeito de se construir uma empresa, um império e de pensar em pessoas. Por tudo isso, eu amo o Google.

Alguns benefícios:

Saúde: A companhia oferece reembolsos de R$ 374 por consulta com médico fora do plano de saúde, R$ 145 para participar de grupos de caminhada, R$ 140 para aulas de pilates no escritório e R$ 100 para academia. É possível também fazer sessões de drenagem linfática por R$ 25 e de massagem por R$ 5 a R$ 10. Quem completa 30, 35, 38 e 40 anos ganha checkup grátis.

Tecnologia: Cada funcionário ganha R$ 112 como ajuda de custo para pagar a mensalidade da internet em casa. Ao ser admitido, o novato ganha um notebook da marca que escolher. No trabalho, incentivam-se todas as formas de comunicação, por texto, voz e vídeo. No Natal de 2009, toda a equipe ganhou smartphones equipados com o sistema operacional Android, do Google.

Indicações: O processo de seleção demora dois meses e é rígido. A empresa incentiva cada funcionário a indicar conhecidos. Se ele for contratado, quem fez a recomendação ganha R$ 5 mil. Mais da metade das contratações é feita com base em sugestões da equipe.

Brinquedos: O novato recebe em casa um kit de boas-vindas, com camiseta, boné e autorização para gastar R$ 100 na decoração da baia. Ele tem ainda R$ 250 para gastar na loja virtual da empresa, na compra de blusões, mochilas, cubos mágicos e camisetas.

Festas: O Google é uma empresa festeira. Um Comitê de Cultura e um comitê de diversão se encarregam de propor atividades diversas. Há noites de cinema, festas tradicionais e temáticas (como a Festa do Pijama). Em Belo Horizonte, as sextas-feiras são dias de happy hour dentro da empresa, como é tradição no Google ao redor do mundo. Em São Paulo, a festa ocorre às quintas.

Bônus: O Google tem bons salários fixos, opções de ações e forte cultura de remuneração variável. Além do bônus normal, baseado em metas, ganham-se prêmios por indicação de colegas do mesmo nível (o Peer Bônus, de R$ 200) e por recomendação proposta pelo chefe imediado (o Spot Bônus, de R$ 550 a R$ 28 mil). Há também premiações para os coordenadores e condecorações simbólicas.

E se você quer trabalhar na Google, segue o link para se inscrever >> http://www.google.com.br/intl/en/jobs/brazillocations/belo-horizonte/#src=youtubevideovig

Algumas fotos (pessoais e que encontrei em blogs e matérias de revistas)


Paulo Jr, Alexandre e Bruno Figueredo no Google

Paulo Jr, Alexandre e eu na recepção do Google

Ambiente colorido e descontraído

Ambiente colorido e descontraído

Refeitório da Google - Foto retirada de http://www.flickr.com/photos/garotasemfio

Refeitório da Google – Foto retirada de http://www.flickr.com/photos/garotasemfio

Sala para tirar um cochilo ou descansar.

Sala para tirar um cochilo ou descansar.

Sala de jogos - Crédito da foto: Revista Época

Sala de jogos – Crédito da foto: Revista Época

Até o copo de café é Google, risos.

Até o copo de café é Google, risos. Crédito: Blog do Tiago Dória


Está vendo porque Google é Google? É uma filosofia muito diferente. Sou fã do Google, da Google e desse jeito de se construir uma empresa, um império e de pensar em pessoas. Por tudo isso, eu amo o Google.

Curtiu? Está curta aí o comentário e espalhe essa notícia para seus amigos!

Leia também o post “A minha emoção em conhecer a sede da Google no Brasil”.

LEAVE A REPLY