Desde pequeno eu sempre fui muito resolvido. Minha avó materna sempre fala…”O Bruno sempre foi homem”. Eu não vim pra esse mundo de brincadeira e quem convive comigo sabe muito bem disso. Nem quando eu era adolescente ou criança eu levava as coisas na zueira.

Sempre fui responsável e gostei de ter responsabilidades. Quando eu conheci Jesus, o filho do Deus vivo, não aquele que ainda está pregado em uma cruz. Pois é, quando conheci esse Deus eu tive a certeza de que eu o queria por toda a minha vida.

Eu logo quis me batizar e envolver com as coisas celestiais. Não estou julgando, mas existem pessoas, que embora conheçam todo o plano de Deus para sua vida, ainda ficam em dúvida, falam que estão preparando para batizar. Ora, a gente se batiza justamente pra zerar e começar uma vida nova. Como preparar para morrer para este mundo e viver somente pra Deus?

Quando eu conheci toda a verdade de Deus pra minha vida, eu quis logo assinar um contrato, o de servi-lo por toda a vida. Como todo contrato, tenho meus deveres e meus direitos. Diferente dos contratos terrenos, com multa, juros e penalidades, o contrato que Deus tinha pra mim poderia até constar tais observações, mas eu não me interessei. Porque jamais eu pensei que eu quisesse voltar atrás da minha decisão. Muitas pessoas assinam um contrato e observam muito as penalidades em caso de rescisão. Mas rescindir nunca fez parte do que eu queria. Nem fazia parte das minhas opções.

Muitos servem a Deus mas têm um plano B, é por isso que vira e mexe a pessoa tem pensamentos de desistir ou de sair da igreja. Essas opções não existem no meu dicionário. Eu assumi esse Deus, e jamais vou abandona-lo, custe o que custar. Eu assinei o contrato, não pelos direitos que eu teria, mas simplesmente pelo prazer, alegria e gratidão. Sou muito grato por tudo que Deus já fez, mas somente a salvação da minha alma já seria mais do que o motivo pra eu querer assinar esse contrato.

Meu amigo, eu não consigo imaginar a minha vida sem Jesus. Eu não consigo nem imaginar os meus dias longe da sua presença, do Seu carinho e cuidado. EU não tenho estrutura pra viver longe da proteção Desse Deus.

Se até hoje, você assinou o contrato com Deus mas tem na gaveta um plano B, se você mantém válida uma proposta na manga pra largar Jesus, rasgue agora essas opções. Opte viver com Deus, independente de tudo. Afinal, tudo nessa vida é passageiro. Estamos aqui temporariamente! Existe um plano de eternidade para sua alma. Não se limite aos poucos anos reservados para você neste mundo.

Na minha trajetória da fé, eu tomei decisões erradas, foi falho e erro todos os dias, já pequei e me arrependi, já escorreguei, já me enfraqueci, já tive fases rebeldes e de isolamento das pessoas e da igreja, mas jamais me distanciei desse Deus. Por mais falho e errante, eu jamais quis ficar longe Dele. E querer estar perto dele exige abnegação, sacrifício e renúncia. Já abri mão de coisas que eu queria, porque Deus não queria. Já falei não, querendo falar sim, tudo por Jesus.

Faça tudo por Ele também. A decisão é toda sua. Pare de perder tempo com o temporário, com o superficial, com aquilo que não é importante para sua alma.

O Jejum de Daniel é um momento de reflexão espiritual. O mundo está obeso de informação, a maioria que não agrega nada. Esse tempo tão valioso, dedicamos durante 21 dias para nossa vida espiritual.

Se você não tem feito o Jejum de Daniel, comece hoje. Desligue daquilo que não fez bem para sua alma. É tempo de cuidar de você, do seu coração. Este presente fará diferença no seu futuro  e vai definir onde sua alma viverá por toda a eternidade.

Você que hoje lê este blog, um dia vai prestar contas com Deus de tudo que fez aqui. Que sua lista de coisas boas, seja muuuuito maior do que as coisas ruins.

Vamos nessa? Assine seu contrato com Deus, rasgue o plano B, delete as propostas que estão vivas e que você mantém escondidinhas na manga. Tenha apenas um plano, que ele seja único, real e verdadeiro.

Gostou do post? Compartilhe com seus amigos no Face, whatsapp ou ainda envie este link nos seus grupos de whats.

LEAVE A REPLY