Países onde o terrorismo é um problema constante monitoram demais a internet, e também as redes sociais.  Estão corretíssimo. O problema deste tipo de monitoramento é que nem sempre o software e pessoas que trabalham nestes centros de monitoria entendem e conseguem interpretar gírias, cultura e expressões utilizadas por estrangeiros.

Prova disto é que recentemente o casal da foto abaixo, empolgados por chegar a terra de Tio Sam resolveram compartilhar  a alegria e toda excitação vivida naquela momento. Na verdade foi o homem da relação. Feliz e saltitante, o inglês Leigh Van Brian twittou duas vezes. Entre as mensagens estavam “vou destruir a América” e “vou desenterrar a Marilyn Monroe”. Até então, uma brincadeira, um momento de felicidade e encantamento com as terras norte americanas. Mas, infelizmente, toda essa alegria acabou 12 horas depois. O Department of Homeland Security mandou logo prender o casal e 12 horas depois foram deportados. Tadinho do ingleses, meu povo.

Foto de casal inglês. Crédito: The Sun
Foto de casal inglês. Crédito: The Sun

O caso tomou conta de vários jornais britânicos e rapidamente se espalhou pela internet. Realmente as redes sociais nos EUA não é algo para inglês ver, como dizem os brasileiros.

Se você, assim como eu pretende ir aos EUA nos próximos meses tome cuidado com a contagiante alegria. Imagine eu, que adora falar que algo “vai bombar”. De certo seria preso logo no aeroporto, rsrs. Então controlem-se crianças e pense bem antes de publicar alguma coisa nas redes sociais quando estiver nas terras de Obama. Infelizmente os softwares e as pessoas que trabalham nos centros de monitoramento não conseguem diferenciar aspectos linguísticos, regionais e intenções. É o tal do problema da tradução ao pé da letra. Como é só texto, não tem voz, não tem aspectos que contribuam com a interpretação, dá nisso. Tudo ao pé da letra. Aff! Depois do 11 de setembro, o prevenir é melhor do que remediar nunca foi tão usado nos EUA.

Fica a dica para os ingleses. Venham para o Brasil. Aqui quase não existe monitoramento de redes sociais. O governo está preocupado com outras coisas. Então venham, divirtam-se e compartilhe as emoções na sua rede preferida!

LEAVE A REPLY