Realmente um iPhone é muito mais do que um smartphone. O telefone mais desejado no mundo tem feito crescer um mercado que até então não existia, não desta forma. No início do boom dos celulares, quando tivemos o lançamento do pré-pago no Brasil surgiram os modelinhos mais styles e vimos as capinhas para telefone decolarem. Todo mundo comprava no camelô. Depois isso virou breguice e símbolo de gente cafoninha.

De uns tempos para cá a famosa capinha virou “case”. Nas lojas autorizadas Apple o preço de uma dessas capinhas podem chegar a 399,00. Foi o valor mais alto que encontrei até hoje. Agora, além das lojas que vendem produtos Apple e celulares, os quiosques que vendem exclusivamente cases para iPhone viraram febre. Só no Shopping Morumbi eu contei 5 quiosques grandes, com uma diversidade muito interessante. A capinha da Ferrari sai por R$399,00. Existem opções com strass, estampas de peles de animais como zebra, onça, além das famosinhas capinhas de macaquinho, playboy e Angry Birds.

Existem opções também para iPad, e em proporções menores para Galaxy, mas com um mix de produtos mais reduzidos e opções mais limitadas. Em Uberlândia o primeiro quiosque a vender exclusivamente este tipo de produto foi instalado no Uberlândia Shopping, próximo a loja da Tim e ao Wall Mart. É possível também encontrar várias opções na iDream Store, aí sim acessórios autorizados pela Apple, diferente dos demais. Autorizadas ou não, lojas que vendem acessórios e roupas já começam a expor timidamente o produto nas vitrines. Nos camelôs existem uma infinidade, mas nem todas com uma qualidade visual a altura do iPhone.

A mulherada que adora um acessório, adorou essa nova onda. Agora além de brincos, colares, cintos, bolsas e óculos tem a danada da capa do iPhone que precisa “ornar” com o look. Opções para isto é que não irão faltar.

E você, já ficou encantado e começou gastar com capinhas para iPhone? Essa moda pega…fui pego por ela!

3 COMMENTS

LEAVE A REPLY