Já se foram 16 experiências compartilhadas, muitas delas não tinha contado pra ninguém, e hoje milhares de pessoas têm me dado feedbacks de que estão passando ou já passaram por situações parecidas. Os desertos são verdadeiras faculdades, é como se a cada deserto a gente concluísse uma graduação.

Hoje vou falar de algo muito especial que aconteceu nos meus 17 e 18 anos, assim que me mudei pra Uberlândia. Quem mudou de cidade sabe como é desafiador se adaptar a um novo local, novas pessoas e novas realidades. Eu que vim de uma cidade pequena, de 12 mil habitantes, me sentia um fiapo de pessoa no meio da multidão.

Além da mudança de cidade, essa idade é muita cheia de conflitos, escolhas e cobranças, inclusive a minha cobrança, porque sempre me cobrei muito.

Haviam momentos em que eu não queria ficar perto de ninguém, porque eu queria me retirar para Deus.

Lembro que nessa faixa etária eu não trabalhava no sábado pela manhã, então eu aproveitava as madrugadas de sexta pra sábado pra me dedicar à Deus. Eu sempre adorei internet, navegava um pouco, depois desligava e ia pro meu quarto. Eu colocava a música no meu fone, e começava a buscar a Deus, e a consulta-lo sobre a Sua vontade para minha vida. Eu desabafava com o criador, falava dos meus medos e anseios. Eu dobrava os meus joelhos e chorava sempre aos pés de Jesus, e quando as palavras findavam, eu começava a cantar baixinho as músicas que ouvia no fone.

Eu gosto muito de música gospel, principalmente aquelas que são orações em forma de canção. Porque há momentos tão difíceis, que nem palavras conseguimos organizar em frases, e as músicas ajudam a exprimir nossas necessidades.

Eu lembro até hoje das músicas que eu cantava naquela época, nas minhas vigílias particulares com o Senhor. As duas mais marcante eram “Preciso de ti” e “Nos braços do Pai”do Diante do Trono,  são músicas que conseguiam exprimir todo meu desespero e angústia.

Essas músicas refletem até hoje a minha vontade, porque distante de Deus eu não sei viver. Nem consigo me imaginar longe de Sua presença, do seu cuidado e proteção. Eu preciso a todo momento de cuidados desse Deus. Sou tão pequeno e necessitado, que preciso dos braços Dele sempre estendidos para mim.

Lições que tirei dessa época das minhas vigílias:

  •  nem sempre contar nossas problemas para o outro é a melhor solução’
  •  muitos desabafam com o primeiro que aparece no caminho, sendo que é muito melhor você se derramar diante de Jesus. Ele te entende, cuida de você e prepara o seu caminho;
  •  é ótimo orar junto com o seu marido, com amigos e com grupos de oração, mas é preciso ter o seu tempo individual com Deus;
  •  virar madrugadas sozinho com Deus me fez crescer em comunhão, em autoridade espiritual e como homem (muitos jovens viram noites em baladas, shows, se embriagam, perdem a virgindade, perdem a credibilidade, perdem a família e o juízo, eu tenho o maior orgulho de dizer que nunca perdi uma noite da minha vida nestes ambientes. Nada contra quem gosta, mas eu tenho prazer é estar na presença do meu Deus, isso alimenta meu espírito e minha alma;
  • mesmo que Deus saiba tudo que você passa e mesmo que ele sonda os seus pensamentos, colocar pra fora, desabafar, contar pra ele, faz bem pra você e mostra a confiança que você tem no Seu criador. Faz bem pro relacionamento da criatura e do criador, pois fortalece o vínculo de Pai e filho.
  • eu aprendi uma cultura que não devemos ficar chorando, mas pra Jesus você não precisa conter suas lágrimas, aliás, por trás de cada lágrimas há tanta coisa, tanta informação, tantos momentos, e Deus é especialista em ler lágrimas, quando estas são derramadas em seu altar.

 

E você? Há quanto tempo não sai da rotina e faz uma vigília para o Seu Deus. Eu mesmo me estou cobrando neste post. Não dependa da agenda de uma igreja para ter os seus momentos de intimidade com Jesus.

Talvez você tira tempo pra tudo, menos pra sua comunhão com Deus. Chegou a hora! Terminar de ler este post, envie para seus amigos e em seguida corra pro seu cantinho e vá estreitar seu relacionamento com Deus.

Abaixo estão as duas músicas, praticamente trilha sonora da minha vida naquele momento. Mesmo que você já saiba decor, ouça e preste atenção em cada palavra. Saia do piloto automático, amigo!

2 COMMENTS

  1. Tenho acompanhado os seus posts e estou gostando muito. Tem me ajudado muito e com certeza vem ajudando muitas outras pessoas que se identificam com a sua trajetória na fé.
    Muito obrigado por compartilhar as suas experiências e que Deus te abençoe ainda mais.

LEAVE A REPLY